ÁREA RESERVADA|ISBN|CATÁLOGO BIBLIOGRÁFICO|FEIRAS DO LIVRO|CONTACTOS|ASSOCIAÇÕES DO SETOR
HOMEA APELASSOCIADOSDOCUMENTAÇÃOPIRATARIA DIGITALNOTÍCIAS
LOGÓTIPOS|HISTÓRIA|ESTATUTOS|ÓRGÃOS SOCIAIS 2015-2017|SERVIÇOS|MANUSCRITOSTORNE-SE SÓCIO|TABELA DE QUOTAS|LISTA DE ASSOCIADOS|ACORDO ORTOGRÁFICO|APOIOS E INCENTIVOS|DIREITOS DE AUTOR|LEGISLAÇÃO|ESTUDOS E ESTATÍSTICAS|PNL|CCT|OUTROSDENUNCIAR|INFORMAÇÕES GERAIS|LEGISLAÇÃOCONCURSOS E PRÉMIOS|NOVIDADES EDITORIAIS|OUTRAS NOTÍCIAS

Conte�do alternativo

Adobe Flash player

Menu Principal > Notícias > Outras Notícias > Ecos do Mundo > Festa Literária Internacional de Paraty

Festa Literária Internacional de Paraty

Em 2013, o Brasil vai voltar a ser o país convidado da Feira do Livro de Frankfurt e, até 2020 vai investir 12 milhões de reais (cerca de 5 milhões de euros), para que a literatura brasileira seja mais conhecida no estrangeiro e para que a quantidade de livros traduzidos aumente.

 

Está a decorrer desde dia 7 de Julho, a Festa Literária Internacional de Paraty, na qual estiveram presentes a Ministra da Cultura brasileira, Ana de Hollanda e o presidente da Fundação Biblioteca Nacional, Galeno Amorim. Neste contexto foi apresentado o Programa de Bolsas de Tradução e Publicação de Reedições.

 

Para a ministra brasileira este é um momento propício para um programa deste tipo, para aproveitar a “imagem rica e extraordinária” que tem, hoje em dia, a nível internacional “para apostar na construção de uma nova política do livro”.

 

A Fundação Biblioteca Nacional, assim, “planeia destinar, em dez anos, 12 milhões de reais a serem investidos em editoras estrangeiras interessadas em traduzir ou reeditar autores brasileiros”.



  Mapa do Site | Desenvolvido por: Holos | © APEL 2010